sábado, 20 de março de 2010

Quinto domingo da quaresma



Quinto Domingo da Quaresma nos mostra o sentido real do perdão. (João 8, 1-11)
O evangelho descreve o verdadeiro significado do perdão,que perdoar não é um ato isolado e sim divino e humano. Os mestres da lei ao apresentarem a mulher pecadora a Jesus têm a intenção de prendê-lo, mais Jesus imediatamente busca meditar sobre tudo que dizem e querem fazer com a mulher.
Jesus em nenhum momento quis condená-la, Ele simplesmente lança uma pergunta que atormenta a cada um de nós, dia após dia: QUEM DENTRE VÓS NÃO TEM PECADO?. Diante deste questionamento devemos a cada dia nos perguntar: Será que realmente não tenho pecado? Será que meu irmão deve ser realmente julgado/condenado por mim ao cometer algum erro? À frente destes questionamentos, devemos refletir com humildade o sentido pleno da palavra perdão.
Jesus ao contrário dos mestres da lei, não condena a mulher pecadora, e quer que façamos o mesmo com nosso irmão. Com esta atitude, Jesus demonstra toda sua misericórdia e nos ensina que o simples ato de perdoar pode transformar plenamente a vida tanto de quem perdoa e de quem é perdoado.
Neste tempo de quaresma Deus nos chama a conversão e ao perdão mutuo. Deixemos que a misericórdia, o amor, o perdão, a oração, o jejum e a caridade, seja o carro mestre de nossas vidas, fazendo com que todos sintam a presença de Deus em suas vidas, e, sobretudo, deixando o passado para traz e lançando-se para frente em busca de uma vida sem pecado. Diácono: Mario da paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário