quarta-feira, 31 de março de 2010

A espiritualidade da cruz. Parte II


A tua luta com a cruz

Aceita o sinal da cruz que DEUS colocou sobre toda a tua vida. Ele marcou o teu caminho e todas as tuas provas. Não rejeites, pois rejeitarias assim a força de DEUS sobre ti e Seu amor em ti. Levando a cruz, levas o Senhor pelo mundo, mesmo se tiveres que levar a cruz da incompreensão, do fracasso, da doença ou da amargura interior. Este é o caminho que o Santo Anjo nos ensina.
O crucifixo nas tuas mãos, no altar, diante de teus olhos, é a imagem da morte de CRISTO, da Sua hora redentora, hora suprema. Sempre que olhas para a cruz com amor, serás tocado por um raio da graça desta plenitude da Redenção. Por isso, não deves passar indiferente diante deste sinal da tua salvação sem saudar o Senhor, pelo menos no teu interior. Saúda-lhe com todo o teu amor. Então, este sinal da cruz se fará cada vez mais clara e forte em ti, e serás capaz de irradiar e transmitir as graças da redenção.
Tens mais necessidade do sinal da cruz quando estás desalentado no combate contra as tuas fraquezas de caráter. Quantas vezes dizes: Vou desistir, não vale a pena, nada tem sentido. Se tivesses força para persignar-te nestes momentos, poderias ver tudo de repente, com olhos diferentes. Reconhecerias que o Senhor não te deixa cair. Ele te espera, vai atrás de ti e te acolhe em Seus braços.
Se quiseres tomar uma decisão importante que te aproximes mais de DEUS, imediatamente o mundo te oprimirá com solicitações, repreensões ou enganos tendo cada qual o mesmo fim: que tu não te entregues a DEUS. No início, o caminho para DEUS encontra sempre essa dificuldade. Olha para a cruz do Senhor. O seu olhar vai mais longe. Ele vê o mundo com toda a sua miséria e necessidade de ser salvo. O seu olhar penetra a eternidade. As suas medidas não são as medidas do mundo, e Ele quer que aceites as Suas, isto é, que estejas pronto para cumprir amorosamente a vontade de DEUS, servindo assim à tua própria salvação e à salvação dos teus irmãos.
Em todos os caminhos para DEUS está a cruz que nos abriu o céu e agora espera que nós entremos juntamente com ela. Agora tens que dar testemunho. DEUS prova o teu amor. Se ousas fazer tudo para Ele até morrer, toda a fraqueza e covardia desaparecerão. Com a cruz na mão, superarás com facilidade todas as dificuldades.
Por causa da cruz haverá combate até o último dia, pois para o mundo a cruz é sempre uma loucura, um escândalo. Tu também, se te proclamas abertamente pela cruz, ouvirás palavras de desprezo, inclusive de desonra. Olha, como o Senhor foi desonrado, - e não grites quando o teu ambiente te rouba a honra por causa de CRISTO.
O amigo da cruz é um homem que transcende o visível. O seu coração se eleva sobre o passageiro, a sua conversação está nos céus. Vive na terra como estrangeiro e peregrino. É um verdadeiro “portacristo” ou melhor um CRISTO vivente que pode dizer: Já não vivo eu, mas CRISTO vive em mim.
Às vezes, pensamos que aqueles que têm muitos dons possuem o ESPÍRITO SANTO, mas muito mais ainda, são os que levam uma cruz em união com CRISTO. O ESPÍRITO SANTO nos leva sempre por meio da cruz em CRISTO ao PAI.
A cruz continua sendo um sinal distintivo. Nosso Senhor JESUS CRISTO morreu na cruz. Quem reconhece o essencial da cruz, para ele, tudo o mais perde a importância. Mas, o que não tem importância, isto não se deseja. Por isso, os que reconhecem o essencial, o valor da cruz, ficam sem desejos. Quem ama a via sacra do Senhor, quem caminha com Ele, sempre aonde o Senhor o conduza, aprende a elevar-se sobre o mundo e a vencer por meio da cruz.
Queremos levar o Senhor na cruz ao mundo. Queremos levá-l’O ao interior dos nossos quartos e lugares de trabalho. Amém
Rezemos pela nossa própria conversão: um Pai nosso, uma Ave Maria e um Gloria ao Pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário