sábado, 17 de abril de 2010

Da sua indigência, ela deixou tudo o que tinha para viver



Eis cinco caminhos da conversão: primeiro, a condenação dos nossos pecados; depois, o perdão concedido às ofensas do próximo; o terceiro consiste na oração; o quarto, na esmola; o quinto, na humildade. Não fiques, pois, inativo, mas toma cada dia todos estes caminhos. São caminhos fáceis e não podes apresentar como pretexto a tua miséria.

Pois, mesmo que vivas na maior pobreza, podes abandonar a tua cólera, praticar a humildade, rezar assiduamente e condenar os teus pecados; a tua pobreza não se opõe nada a isso. Uma vez que no caminho da conversão é preciso dar as suas riquezas, mesmo a pobreza não nos impede de cumprir este mandamento. Vemo-lo na viúva que deu as suas duas moedas.

Eis, pois, como curar as nossas feridas: apliquemos estes remédios. Regressados à verdadeira santidade, aproximar-nos-emos da mesa santa e, com muita glória, iremos ao encontro do Rei de Glória, Cristo. Ganhemos os bens eternos pela graça, a misericórdia e a bondade de Jesus Cristo Nosso Senhor.

S. João Crisóstomo (c. 345-407), bispo de Antioquia depois de Constantinopla, doutor da Igreja
Sermão sobre o diabo tentador

Nenhum comentário:

Postar um comentário