sexta-feira, 16 de abril de 2010

Tome a sua cruz, e siga-Me



Na cruz está a vida
E a consolação.
Só ela é o caminho
Que conduz ao céu.

Na cruz está «O Senhor
Do céu e da terra» (Act 17,24).
Nela fruímos uma paz imensa,
Mesmo em plena guerra ;
Ela aniquila todos os males
deste mundo.
E só ela é o caminho
Que conduz ao céu.

Acerca da cruz, a Esposa diz
Ao seu Bem-Amado
Que é «a palmeira preciosa»
A que subiu (Ct 7,9).
E cujo fruto foi provado
Pelo Deus dos céus.
E só ela é o caminho
Que conduz ao céu.

A cruz é «a árvore verdejante
E desejada» (Ct 2,3).
Da Esposa que, à sua sombra
Se senta
Para desfrutar o seu Bem-Amado,
O Rei do céu.
Só ela é o caminho
Que conduz ao céu.

É uma «oliveira preciosa» (Sir 24,14),
A Santa Cruz
Que com seu óleo nos unge
E nos dá luz.
Ó alma minha, toma a cruz
Para tua grande consolação,
Porque só ela é o caminho
Que conduz ao céu.

Para as almas que por completo
Se submeteram a Deus
E se afastaram verdadeiramente
Do mundo,
A cruz é «árvore de vida» (Gn 2,9)
E de consolação,
E um caminho de delícias
Que conduz ao céu.

E porque na cruz foi posto
O Salvador,
Na cruz está «a glória
E a honra» (Ap 4,11),
E na dor
Vida e felicidade,
E o mais seguro caminho
Que conduz ao céu.

Santa Teresa d'Ávila (1515-1582), carmelita, doutora da Igreja
Poema : « En la cruz está la vida »

Nenhum comentário:

Postar um comentário