segunda-feira, 17 de maio de 2010

A Saudação Angélica à Virgem Maria


“O Virgem imaculada e toda santa, ó criatura, a mais humilde e a mais sublime diante de Deus, vós éreis tão pequena aos vossos próprios olhos e ao mesmo tempo tão grande aos olhos de vosso Senhor, que Ele vos exaltou até fazer de vós sua Mãe e vos estabelecer como Rainha do céu e da terra. Agradeço a Deus por vos ter exaltado tanto e me alegro convosco por ver-vos tão unida a este grande Deus, que mais não é possível a uma criatura. Mas, vendo-vos tão humilde com tantas perfeições, tenho vergonha de aparecer diante de vós, eu tão orgulhoso e com tantos pecados. Ouso contudo, tão miserável que sou, dirigir-vos a saudação Angélica:

Ave, Maria, cheia de graça. Vós sois cheia de graça, obtende uma parte para mim.

O Senhor é convosco. Ele sempre esteve convosco desde o primeiro instante de vossa existência, mas, depois que se fez vosso Filho, está ainda mais estreitamente convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres. Ó mulher bendita entre todas as mulheres, obtende-nos também as bênçãos divinas.

E bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Ó bem-aventurada planta, que destes ao mundo um fruto tão nobre e tão santo!

Santa Maria, Mãe de Deus! Ó Maria eu vos reconheço como a verdadeira Mãe de Deus e em testemunha desta verdade estou pronto a dar mil vezes minha vida.

Rogai por nós, pobres pecadores, porque se sois a Mãe de Deus, sois também a Mãe de nossa salvação, Mãe de todos nós, pobres pecadores, pois Deus se fez homem para nos salvar; e vos fez Sua Mãe, a fim de que vossas orações tenham o poder de salvar não importa a quem. Então, ó Mãe, rogai por nós.

Agora e na hora de nossa morte. Rogai sempre, rogai agora que estamos expostos, durante nossa vida, a tantas tentações e a tantos perigos de perder a Deus. Mas rogai sobretudo na hora de nossa morte, quando estaremos a ponto de comparecer diante do tribunal de Deus, a fim de que, salvos pelos méritos de Jesus e por vossa intercessão, possamos um dia, sem mais medo de nos perder, ir saudar-vos e louvar-vos, a vós e a vosso Filho, no céu, por toda a eternidade. Amém!”

Santo Afonso de Ligório

Nenhum comentário:

Postar um comentário