sexta-feira, 18 de junho de 2010

Ama-me, assim como tu és


“Eu conheço a tua miséria, as lutas, as aflições de tua alma, as fraquezas do teu corpo. Conheço também tua covardia, teus pecados e, apesar disso, Eu te digo: Dá-me o teu coração. Amo-te assim como tu és!”
Se esperas tornar-te um anjo para então te entregares ao amor, nunca me amarás. Mesmo se fores covarde no cumprimento de tuas obrigações e no exercício das virtudes, mesmo se caíres freqüentes vezes naqueles pecados que não desejas mais cometer, Eu não permito que não Me ames!Ama-Me assim como tu és!
Em cada momento e em qualquer situação, em que te encontrares, na consolação ou na aridez, na fidelidade ou infidelidade: “ Ama-Me assim como tu és” Eu quero o amor do teu pobre coração; pois se esperas até que seja perfeito, tu nunca me amarás!
Não poderia Eu criar de cada grão de areia um serafim, radiante de pureza, de nobreza e de amor? Não sou Eu o todo poderoso? E se eu quis deixar aqueles seres maravilhosos no céu, para preferir o teu amor tão fraco e miserável – não sou Eu o Senhor do Meu amor?
Meu filho, deixa que Eu te ame. Eu quero o teu coração. Podes estar certo, Eu te transformarei com o tempo, mas agora Eu te amo assim como tu és e Eu quero que também tu Me ames assim como tu és. Eu quero ver o teu amor brotar do abismo da tua miséria.
Eu amo em ti também as tuas fraquezas, pois amo o amor dos pobres e dos miseráveis. Eu quero que dum coração cheio de misérias, como o teu, suba a incessante prece: “ JESUS, eu te amo!”
Eu não preciso da tua sabedoria e dos teus talentos. Uma só coisa é importante para Mim: “ Ver-te lutar e agir com amor!”
Não são as tuas virtudes que Eu desejo. Se tivesse que dar-te tais virtudes a ti, que és tão fraco, isto só nutriria o teu amor próprio. Porém não te preocupes com isso. Eu poderia operar grandes coisas em ti, mas não, tu serás o sevo inútil, e Eu tirarei de ti até mesmo o pouco que tens, porque Eu te criei só para o amor.
Hoje me apresento qual mendigo na porta do teu coração- Eu o Reis dos Reis! Eu bato e espero! Apressa-te e abre-te para Mim! Não te desculpes com a tua miséria. Se conhecesse a plenitude da tua miséria, morreria de dor.
O que Me faria o coração seria ver que duvidas de Mim e deixes de confiar em Mim. Eu quero, que pratiques mesmo o mais insignificante ato só por amor a Mim. Eu conto contigo e espero que Me proporciones muita alegria.
Não te preocupes se tu não possuis nenhuma virtude – Eu te darei as minhas. Quando tiver que sofrer, Eu te darei forças. Se Me deres o teu amor, dar-te-ei mais do que possas imaginar para que entendas o amor. Mas não esqueças: “ Ama-Me como tu és!”
Eu te dei a Minha Mãe. Deixa tudo, sim tudo, para depositá-lo em Seu coração imaculado! Em todo caso não esperes até te tornares santo para então te entregares ao amor; tu nunca Me amarias. – E agora, coragem!”.
Fonte: “ Ecc Mater Tua” Nr. 268, de Mons. Lebrun, Traduzido do Italiano.

4 comentários:

  1. Obrigado por essa oração me ajudou muito na minha caminhada.

    ResponderExcluir
  2. Deus é perfeito, o amor dele por nos nao tem tamanho..... Lindooo....

    ResponderExcluir
  3. Estava pensando em suicidio, resolver logo minha vida, depois de ler esta postagem tudo mudou.
    Obrigado por tudo Deus abençoe voces.

    ResponderExcluir
  4. Uma das mais perfeitas orações que conhecí.O padre de minha cidade (Bicas/MG, Pe. Cássio) me presenteou com uma dias atrás. Perfeita...

    ResponderExcluir