sábado, 5 de junho de 2010

“Todos que lhe tocavam eram curados”

       
Quando Jesus estava neste mundo, o simples contacto das suas vestes curava os doentes. Porquê duvidar, se temos fé, que ele também realize milagres quando está tão intimamente unido a nós na comunhão eucarística? Porque não nos dará ele o que lhe pedimos uma vez que está na sua própria casa? Sua Majestade não tem por hábito pagar mal a boa hospitalidade que lhe é dispensada. Se estais desolados por não o verdes com os olhos do corpo, considerai que isso não vos convém...

Mas assim que Nosso Senhor quer que uma alma aproveite da sua presença, ele revela-se-lhe. Ela não o verá, é verdade, com os olhos do corpo, mas ele manifestar-se-á a ela por meio de grandes sentimentos interiores ou por outros meios. Portanto, estai com ele de “bom coração”. Não perdeis uma ocasião tão favorável para tratar dos vossos interesses com o momento que se segue à comunhão.

Santa Teresa de Ávila (1515-1582), carmelita, doutora da Igreja

Nenhum comentário:

Postar um comentário