quarta-feira, 28 de julho de 2010

Afetos amorosos para com o Sagrado Coração de Jesus

Vós sois, ó Coração amável do meu Redentor, a morada de todas as virtudes, a fonte de todas as graças, a fragua ardente onde se abrasam todas as almas santas nas chamas do amor divino: Vós sois o objeto de todas as complacências divinas, o refúgio de todos os aflitos, a doce mansão de todos os que Vos amam.

Ó Coração digno de reinar em todos os corações, e de possuir todo o seu amor!

Ó Coração por amor de mim transpassado na Cruz com a lança dos meus pecados; e não obstante, ferido sem cessar nesse Augustíssimo Sacramento pela lança do Vosso amor para conosco!

Ó Coração amantíssimo de Jesus, que amais tão ternamente os homens, e tão pouco sois deles correspondido, dai remédio à nossa ingratidão, abrasando os nossos corações na chama ardente do Vosso amor.

Quem me dera percorrer o mundo todo, para celebrar por toda parte a abundância de graças e bênçãos que Vos dignais comunicar a todos aqueles que verdadeiramente Vos amam. Aceitai os meus sinceros desejos de que todos os corações dos homens sejam abrasados no fogo do Vosso amor.

Ó Coração divino do meu Jesus, sede a minha consolação nas aflições, o meu repouso nas fadigas do trabalho, o meu alívio nas tribulações, e o porto seguro, onde me abrigue das tempestades desta vida.

A Vós consagro o meu corpo e a minha alma, o meu coração e a minha vontade, a minha vida e tudo quanto tenho e sou, e uno aos Vossos todos os meus pensamentos, afetos e desejos.

Eterno Pai, eu Vos ofereço os afetos puríssimos do Coração de Jesus ainda que pudésseis desprezar os meus nunca havereis de ter em menos conta os do Vosso Santíssimo Filho. Supram eles a imperfeição dos meus, tornando-me agradável aos Vossos divinos olhos. Assim seja.

Se alguém há que Vos não ame, ó dulcíssimo Coração do meu Jesus, seja anatematizado.

Fonte: (Sagrada Família, por um padre redentorista, 1910)

Nenhum comentário:

Postar um comentário