terça-feira, 26 de outubro de 2010

A Catequese e o Mês do Rosário

HISTÓRIA
A prática da oração do Rosário remonta, em sua forma primitiva, há muitos séculos. Mas foi com São Domingos que esta oração se expandiu muito. São Domingos vivia muito preocupado com a heresia marcante do século XIII: Albigenses e Valdenses. Ao entrar numa Igreja, cansado de pregar e nada alcançar, São Domingos chorou aos pés de uma imagem de Nossa Senhora, e a Virgem lhe apareceu dando-lhe a arma de sua vitória: O SANTO ROSÁRIO.
“Quando uma pessoa chega a conclusão que é impotente e não pode nada, é então a hora da graça.” (Madre Maria Helena Cavalcanti)

“O ROSÁRIO É...
...UMA CRUZADA DE FÉ.”
... “7 DE OUTUBRO – FESTA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO. Esta comemoração foi instituída por São Pio V no aniversário da vitória obtida pelos cristãos na batalha naval de Lepanto e atribuída ao auxílio da Santa Mãe de Deus, invocada com a oração de Rosário (1571). A celebração deste dia é um convite a todos os fiéis para que meditem os Mistérios de Cristo, em companhia da Virgem Maria, que foi associada de modo muito especial à Encarnação, Paixão e Ressurreição do Filho de Deus”(Liturgia das Horas - Volume IV página 1353).

... 1917 - FÁTIMA – PORTUGAL
Nossa Senhora aparece a 3 pastorinhos: Lucia, Jacinta e Francisco . A Virgem pede a eles oração e penitência. Nossa Senhora como Mãe solícita está sempre lembrando as Palavras de Seu Divino Filho.
“O Rosário é um resumo do Evangelho”(Lacordaire).
É também “uma oração de grande significado e destinada a produzir frutos de santidade e, ainda que caracterizado pela sua fisionomia mariana, no seu âmago é oração cristológica, concentra a profundidade de toda a mensagem evangélica.

... ORAÇÃO PELA PAZ
O Rosário é por natureza, uma oração orientada para a paz, precisamente porque consiste na contemplação de Cristo, Príncipe da Paz e “nossa Paz”(Ef 2,14). Quem assimila o Mistério de Cristo aprende o segredo da Paz e dele faz um projeto de vida.

... ORAÇÃO DA FAMÍLIA E PELA FAMÍLIA
“A família que reza unida permanece unida”. O Rosário é a oração onde a família se encontra.
“É bom e frutuoso também confiar a esta oração o itinerário de crescimento dos filhos.”
Rezar pelos filhos e com os filhos - momento diário de “paragem orante” da família.
UMA INSERÇÃO OPORTUNA
Depois de recordar a encarnação e a vida oculta de Cristo (Mistérios da Alegria), e antes de se deter nos sofrimentos da paixão (Mistérios da Dor), e no triunfo da Ressurreição (Mistérios da Glória), a meditação se concentre em alguns momentos particularmente significativos da vida Pública de Jesus (Mistérios da Luz).

OS MISTÉRIOS
 MISTÉRIOS DA ALEGRIA - fixar o olhar sobre a realidade concreta do Mistério da Encarnação e sobre o obscuro prenúncio do Mistério do Sofrimento Salvífico.
 MISTÉRIOS DA LUZ – “ Eu sou a Luz do Mundo” (Jo 8,12). Esta dimensão emerge particularmente nos anos da vida pública quando Ele anuncia o Reino.
 MISTÉRIOS DA DOR – o Rosário escolhe alguns momentos da Paixão, induzindo o orante a fixar neles o olhar do coração e a revivê-los.
 MISTÉRIOS DA GLÓRIA - contemplando o Ressuscitado, o cristão descobre novamente as razões da própria fé. (cf 1Cor 15,14). 

ROSÁRIO
Ø CORPO :
o Pai Nosso – Jesus quer introduzir-nos na intimidade do Pai. Jesus leva-nos sempre até o Pai
o Ave-Maria – contemplação adoradora que se realiza na Virgem de Nazaré. É o cumprimento da profecia de Maria Santíssima: “Desde agora todas as gerações hão de chamar-me de bendita,” (Lc 1,48). o Glória – apogeu da contemplação. Cristo é o Caminho que nos conduz ao Pai no Espírito.
Ø ALMA : Meditação dos Mistérios; meditemos os mistérios que o Rosário contém para que alcancemos o que eles prometem. As palavras orientam a imaginação e o espírito para aquele episódio ou momento concreto da vida de Cristo.

PODE O ROSÁRIO HOJE SER REZADO PELA JUVENTUDE?
O que é realmente bom é sempre antigo e sempre novo. Se o Rosário é o resumo do Evangelho e o Evangelho é para todos os tempos, então o Rosário é para todos os tempos.
Uma oração tão fácil e ao mesmo tempo tão rica merece ser descoberta de novo pela comunidade cristã.

SUGESTÕES PRÁTICAS:
O Estudo da Carta Apostólica “Rosarium Virginis Mariae” (O Rosário da Virgem Maria) nos encontros de catequistas e de pais.
O Formação de grupos para rezar o Terço nas casas de catequistas e de catequizandos.
O No mês de maio, bem como nas festas de Nossa Senhora, podemos rezar o Rosário, com seus mistérios dramatizados, compondo o terço com os catequizandos ou com as pessoas de suas famílias.
O Outra sugestão é o “Terço luminoso”, com a utilização de lanterninhas.
O Existe também, o Terço da Solidariedade, no qual a cada Pai-Nosso e Ave-Maria se oferece um quilo de alimento e assim vai se compondo o terço.
O Pode-se promover uma interação com os grupos que possuem espiritualidade mariana (Congregação Mariana, Equipes de Nossa Senhora, Legião de Maria, Equipes de Zeladores da Mãe e Rainha, etc.), a fim de fazer um evento comum na Paróquia em outubro, Mês do Rosário ou em outra festa dedicada a Nossa Senhora.

“Ó Rosário bendito de Maria, doce cadeia que nos prende a Deus, vínculo de amor que nos une aos anjos, torre de salvação contra os assaltos do inferno, porto seguro no saufrágio geral, não te deixaremos nunca mais. Ó rainha do Rosário, refúgio dos pecadores. Sede bendita hoje e sempre na terra e no céu. Amém”. (Beato Bartolo Longo)

Bibliografia:
. Carta Apostólica “Rosarium Virginis Mariae” (O Rosário da Virgem Maria);
. Palestra: “O Santo Rosário” de Madre Maria Helena Cavalcanti

Nenhum comentário:

Postar um comentário