quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Santa Isabel da Hungria

Hoje celebramos a memória de uma mulher de Deus, que devida sua vida de santidade teve o seu nome em muitas instituições de caridade e foi declarada como Padroeira da Ordem Terceira Franciscana.
Santa Isabel foi morar na corte do futuro esposo e lá começou a sofrer veladas perseguições por parte da sogra que, invejando o amor do filho para com a santa, passou a caluniá-la como esbanjadora, já que tinha grande caridade para com os pobres. Mulher de oração e generosa em meio aos sofrimentos, Isabel sempre era em tudo socorrida por Deus. Quando já casada e com três filhos, perdeu o marido numa guerra e foi expulsa da corte pelo tio de seu falecido esposo, agora encarregado da regência. Santa Isabel não quis retornar para Hungria; renunciou aos títulos, além de entrar na  Ordem Terceira de São Francisco. Fundou um convento de franciscanas em 1229 e pôs-se a servir os doentes e enfermos até morrer, em 1231,com apenas 24 anos num hospital construído com seus bens.

Oração

 Senhor, tu que prometeste uma recompensa eterna àqueles que se dedicam a aliviar a dor dos homens, teus irmãos, leva muitos fiéis cristãos a consagrar-se ao serviço dos que sofrem as enfermidades do corpo e da alma.
Santa Isabel rogai por nós.
Que Assim Seja.
Santa Isabel da Hungria, rogai por nós! 

Fonte: Derradeira das Graças

Nenhum comentário:

Postar um comentário