sábado, 1 de janeiro de 2011

Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus

A Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus é a primeira Festa Mariana que apareceu na Igreja Ocidental.
A sua celebração começou a realizar-se em Roma, por volta do século VI, provavelmente junto com a dedicação – a 1 de Janeiro – do templo “Santa Maria Antiga”, no Forum Romano, uma das primeiras Igrejas marianas de Roma.

A antiguidade da celebração Mariana constata-se nas pinturas com o nome de Maria, "Mãe de Deus” (Theotókos), que foram encontradas nas Catacumbas que estão cavadas debaixo da cidade de Roma, onde se reuniam os primeiros Cristãos para celebrar a Missa, no tempo das perseguições.

Mais tarde, o Rito romano passou a celebrar a 1 de Janeiro a Oitava de Natal, comemorando a Circuncisão do Menino Jesus.
Depois de desaparecer a antiga Festa Mariana, em 1931 o Papa Pio XI, por ocasião do XV centenário do Concílio de Éfeso (431), instituiu a Festa Mariana a 11 de Outubro, em lembrança deste Concílio, onde se proclamou solenemente Santa Maria como verdadeira Mãe de Cristo, que é verdadeiro Filho de Deus; mas, na última reforma do Calendário litúrgico – após o Concílio Vaticano II –, transladou-se a Festa para 1 de Janeiro, com a máxima categoria litúrgica, a de Solenidade, e com título de Santa Maria Mãe de Deus.

Desta maneira, esta Festa Mariana encontra um marco litúrgico mais adequado no tempo do Natal do Senhor, e, ao mesmo tempo, todos os Católicos começam o ano pedindo o amparo da Santíssima Virgem Maria.




Nenhum comentário:

Postar um comentário